Acusado de desviar dinheiro de fiéis, bispo Macedo vira réu


Denúncia contra o bispo chefe Edir Macedo e mais nove dirigentes da Igreja Universal do Reino de Deus acusados pelo MP paulista de se apoderar de dinheiro doado por fieís e de desviar a finalidade filantrópica da isenção de impostos às igrejas (o artigo 150 da Constituição diz que "é vedado à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios" instituir impostos sobre "templos de qualquer culto") para comprar e investir empresas que dão lucro, inclusive redes de TV como a Record (na foto, Macedo na reinauguração da emissora), foi aceita ontem pelo Tribunal de Justiça de São Paulo. Conforme a denúncia do Ministério Público, resultante de investigações do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), o dinheiro doado por fiéis era enviado ao exterior e voltava ao Brasil por meio de empresas de fachada. A Globo que detesta concorrência e, em particular, o concorrente em questão, está divulgando com estardalhaço em todos os seus veículos a notícia de que Macedo passou a ser réu e anuncia cobertura completa sobre o caso na noite de hoje (11/08) no seu líder de audiência Jornal Nacional.

E tem capiau da província (inclusive assessor de importante político) que adora dizer que não lê jornal local e faz questão de endeusar a chamada "grande mídia" nacional por sua "imparcialidade"... Devem ser netos da velhinha de Taubaté, heim Veríssimo?!

0 Protestos:

Postar um comentário

Os comentários deste blog são moderados.
Use sua conta do Google para aparecer seu AVATAR.

Obrigado pela visita[Nosso twitter @jumentonet]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More